A CódigoKid é destaque no portal UOL!

Franquias baratas podem ser uma opção de trabalho num momento de crise, mas é preciso conhecer o setor e ver a seriedade do negócio. Também não se deve colocar todo o seu dinheiro na empreitada.

Adriana Auriemo, 43, diretora de microfranquias da ABF (Associação Brasileira de Franchising), diz que é preciso pesquisar sobre a empresa. “O franqueado deve conhecer bem as regras do jogo, tirar dúvidas, ligar para outros franqueados. Franquia não é um investimento financeiro. O franqueado tem que se identificar com o negócio tanto como cliente quanto como empresário”, declara.

O UOL listou 14 opções de franquia que custam de R$ 2.500 a R$ 50 mil. Â CódigoKid foi uma das empresas em destaque!

Códigokid

Escola de ensino tecnológico para crianças e adolescentes, com cursos nas áreas de programação, robótica, games, youtuber, edição de vídeos e imagens, entre outros.

Os franqueados recebem a capacitação técnica, estrutura e o material pedagógico para ministrar todos os cursos disponíveis no portfólio da escola.

  • Investimento inicial: R$ 34,9 mil (inclui taxa de franquia e custo de instalação)
  • Royalties: R$ 990/mês (cidades com menos de 350 mil habitantes) e R$ 1.520 (cidades com mais de 350 mil habitantes)
  • Faturamento médio mensal: de R$ 30 mil a R$ 40 mil
  • Lucro médio mensal: R$ 15 mil
  • Retorno do investimento: de 6 a 12 meses

Documento deve ter todos os detalhes sobre o negócio

Segundo Adriana Auriemo, a lei de franquias exige que a empresa disponibilize ao interessado a Circular de Ofertas de Franquias (COF), com no mínimo dez dias de antecedência, antes de o negócio ser fechado. O COF traz informações como o perfil e o balanço financeiro da empresa e até a lista dos franqueados que já saíram da rede, diz ela.

É importante que o franqueado utilize esse documento para ler todos os detalhes e tirar suas dúvidas. Chamamos de alinhar as expectativas. Essa circular traz as regras do jogo, definindo o papel das partes. O candidato à franquia tem o direito de avaliar se quer entrar ou não no risco da operação.

Adriana Auriemo, diretora de microfranquias da ABF

Adriana também faz outra ressalva: nunca coloque todo o seu dinheiro no negócio. “O franqueado vai precisar ter capital de giro, contar com a sazonalidade do negócio, ter capital para ele se manter durante os primeiros meses da empresa”, diz.

Confira a Matéria Completa: UOL 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s